TGP-2 PEPTÍDEO – Potente despigmentante.

A tonalidade da pele é influenciada principalmente pela produção de melanina, um pigmento castanho, que assume o aspecto mais escuro quando está mais concentrado.

Clinicamente, o melasma caracteriza-se por manchas acastanhadas, localizadas preferencialmente na face, embora possa acometer também região cervical, torácica anterior e membros superiores.

Mulheres em período fértil e de fototipos intermediários representam as populações com maior incidência. Contudo pode acometer ambos os sexos e todas as raças, sendo mais comum o aparecimento entre 30-55 anos e o sexo masculino representa apenas 10% dos casos.

Grande parte de sua fisiopatogenia permanece desconhecida, havendo relação com fatores genéticos, hormonais, uso de medicamentos, cosméticos, endocrinopatias e foto exposição.

A hiperpigmentação pós-inflamatória é mais intensa após algumas condições tais como queimaduras ou cicatriz pós cirúrgica. Acredita-se que as substâncias liberadas no processo inflamatório estimulam os melanócitos, que acabam por pigmentar a área afetada. A hiperpigmentação pós-inflamatória pode persistir por meses a anos.

Na maioria das vezes, melasmas são vistos apenas sob ponto de vista estético, não tendo qualquer outra relação de severidade, porém podem impactar na vida social, familiar e profissional dos indivíduos acometidos, provocando efeitos psicológicos de grande impacto.

A melanina é o principal pigmento biológico envolvido na pigmentação cutânea, sendo determinante das diferenças na coloração da pele. Tal pigmento é também o principal mecanismo de defesa da pele contra a radiação UV, promovendo um espessamento da camada córnea na tentativa de impermeabilizar e proteger à pele e o DNA dos queratinócitos contra a radiação ultravioleta

TGP-2 PEPTÍDEO tem como propriedade diminuir a expressão da melanogênese devido à ação inibitória da síntese de melanina. Ele diminui a atividade da tirosinase; diminui a formação de melanossomas e bloqueia sua transferência para os queratinócitos, o que reflete na redução da expressão melanogênica.

Tem ação despigmentante comprovada através de um método inovador (métodos IN VITRO e IN VIVO), que é induzir a degradação do MITF, levando à diminuição da melanogênese por redução da atividade da Tirosinase. Essa atividade de redução da expressão gênica controla o desenvolvimento e a função dos melanócitos, o que diminui a incidência de manchas.

 

APLICAÇÕES:

• Produtos para prevenção e tratamento de melasmas/ cloasmas;

• Clareadores para axilas, virilhas e buço;

• Produtos pós-depilatórios (para acelerar a queda do fio e dificultar seu crescimento);

• Formulações para o tratamento de hisurtismo;

• Formulações anti-aging;

• Formulações antiinflamatórias/ calmantes da pele;

• Produtos pós-peeling e pós-laser;

• Produtos clareadores para todos os tipos de pele, inclusive para peles sensíveis;

• Produtos clareadores para peles negras e orientais.

 

Para mais informações, consulte um de nossos farmacêuticos, ou outro profissional da saúde.

Deixe uma resposta