CRANBERRY – Na prevenção da infecção urinária

mulher com infecção urinária

A infecção urinária ocorre pela presença de micro-organismos no trato urinário. Na maioria, as causas dessa doença são as bactérias e podem ser causadas também por fungos ou vírus. A bactéria Escherichia coli representa quase 90% dos invasores do trato urinário. A intensidade da doença depende da capacidade imunológica do paciente, do microrganismo em questão e a capacidade de aderir à parede do trato urinário.

A doença possui maior incidência nas mulheres, sendo que muitas chegam a ter o problema três vezes por ano. As principais causas incluem relação sexual e a presença das bactérias do trato gastrointestinal que migram pela via região perineal até a bexiga.

A infecção urinária pode afetar a bexiga, essa denominada cistite que acompanha sintomas de dor, sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, alteração na coloração da urina, ardência e dificuldade ao urinar. Outro tipo de infecção afeta o rim, chamada de pielonefrite, nos casos mais graves a urina pode conter presença de sangue, surgem sintomas como febre, calafrios e dor lombar.

Alguns cuidados podem ser tomados para prevenir a infecção urinária, cuidar da higiene pessoal, lavar as mãos ao utilizar o banheiro, ingerir bastante água, não reter a urina e esvaziar a bexiga antes e depois das relações sexuais.

Cranberry é uma planta nativa da América do Norte que apresenta em sua composição, componentes que podem impedir a adesão de certas bactérias, incluindo a Escherichia coli, que é a principal causa das infecções do trato urinário.

Cranberry é um coadjuvante do tratamento e na prevenção da infecção urinária, constituído de: ácido acético, ácido ascórbico, ácido cáprico, ácido cítrico, ácido málico, ácido valeriânico, arbutina, astragalina, sitosterol, cálcio, epicatequina, escopoletina, esculetina, ferro, magnésio, pectina, potássio, selênio, zinco e tanino. Por conter proantocianidinas (PACs), que inibe a adesão das bactérias, incluindo a Escherichia coli, ao epitélio do trato urinário e conseqüentemente ocorre a diminuição da reprodução da bactéria que causa a infecção.  As propriedades de anti-adesão do Cranberry podem também inibir as bactérias associadas à úlcera estomacal.

 

Benefícios:

– Reduz número de infecções;

– Reduz a probabilidade de aparecimento de bactérias resistentes;

– Diminui a incidência de utilização de antibióticos;

– Potente ação antioxidante;

– Reduz infecção do trato urinário (tratamento e prevenção);

– Coadjuvante no tratamento de doença periodontal;

– Tratamento de úlcera estomacal causada por H. pylori;

– Antienvelhecimento;

 

Para maiores informações, consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Deixe uma resposta