OBESIDADE- Conheça seus malefícios à saúde

OBESIDADE- Saiba os malefícios que ela pode causar a saúde

A obesidade é um dos problemas mais importantes e preocupantes que a Saúde Pública enfrenta atualmente. O Brasil já atingiu a margem de 40% de habitantes com peso acima do adequado de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

A facilidade de adquirir alimentos (fast food), a propaganda atrativa e a correria do dia-a-dia nos incentivam a comer produtos altamente calóricos por um preço razoável que, em sua maioria, não possui os nutrientes essenciais que precisamos para uma vida saudável.

A obesidade é o acúmulo de gordura no corpo causado, quase que em sua totalidade, pelo excesso de calorias na alimentação, ou superior ao valor necessário pelo organismo para sua manutenção e realização das atividades do dia-a-dia, ou seja, a obesidade acontece quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente. Ela é determinada pelo Índice de Massa Corporal (IMC) que é calculado dividindo-se o peso (em Kg) pelo quadrado da altura (em metros). O resultado revela se o peso está dentro, abaixo ou acima da faixa ideal.

Existem três tipos de definições quando uma pessoa está acima do peso:

-O sobrepeso: quando há mais gordura no corpo do que o ideal para se ter uma vida saudável (IMC 25 a 30);

-A obesidade: quando o acúmulo de gordura é muito acima do ideal, podendo gerar até problemas graves a saúde (IMC superior a 30);

-A obesidade mórbida: quando o valor do IMC ultrapassa 40. Nesse caso, o tratamento inicial além das mudanças de estilo de vida inclui medicamentos e até uma cirurgia para redução do estômago pode ser recomendada. É fator de risco para uma série de doenças, o obeso tem mais propensão a desenvolver alguns problemas como: hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo II, artrose, pedra na vesícula, artrite, cansaço, refluxo esofágico, apnéia do sono, tumores de intestino, vesícula e problemas psicológicos, acarretando diminuição da autoestima e podendo gerar depressão.

São muitas causas de obesidade, o excesso de peso pode estar ligado ao patrimônio genético da pessoa, a maus hábitos alimentares e/ou por exemplo, as disfunções endócrinas.

Não existe milagre para perder peso. Dietas muito restritivas e jejum muito prolongado, na maioria das vezes, não é a melhor das alternativas. As pessoas que submetem a este tipo de dieta e jejum prolongado, perdem peso rápido, mas à medida que perdem a recuperação do peso anterior também se torna rápida, pois o indivíduo não foi disciplinado a fazer escolhas nutricionais adequadas, de maneira que qualquer deslize pode ser “fatal”.

No mercado existem diversos fitoterápicos, pro bióticos, que são auxiliares na perda de peso. Para se perder peso precisa de uma associação de atitudes como:

  • Alimentar-se adequadamente, fazendo escolhas nutricionais favoráveis;
  • Beber pelo menos 2 litros de água por dia;
  • Regular o fluxo intestinal;
  • Melhorar a auto-estima;
  • Fortalecer o sistema imune;
  • Acelerar o metabolismo;

Praticar atividades físicas;

  • Realizar visitas periódicas ao médico para descartar disfunções hormonais ou outras patologias;
  • Verificar a correlação do uso prolongado de medicamentos que podem causar ganho de peso (anti-histamínicos, corticóides, anti-depressivos, etc).

Com todas essas medidas inclusas no seu dia-a-dia a obesidade vai passar longe.

Para que todas essas situações caminhem favoravelmente, a ajuda de um profissional da saúde é sempre muito importante.

Para mais informações, consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Deixe uma resposta