Ecklonia Cava – Fonte nutricional da juventude.

O que é Ecklonia Cava?

Também chamada de Trombeta-do-Mar é uma alga milagrosa que existe em abundância ao largo do Japão e da Coreia, e mais especificamente em torno da ilha de Jeju-do. É muito popular junto das populações coreana e japonesa e é incorporada de forma corrente na sua alimentação. Estaria mesmo na base da dieta das “avós mergulhadoras”, com quase setenta anos de idade, que encontram no seu consumo uma verdadeira fonte nutricional de juventude.

Esta alga castanha comestível, da família das laminariáceas, contém antioxidantes muito mais potentes do que os conhecidos no meio terrestre (vitaminas C e E, catequinas, resveratrol). Estas substâncias, chamadas florotaninos, apenas se encontram nas algas castanhas. A vantagem destes antioxidantes reside na sua capacidade universal,de agir tanto em meios aquosos como em meios lipídicos. Este aspecto confere-lhes uma vantagem preciosa para proteger as células nervosas cerebrais, atravessando facilmente a barreira hemato-encefalica.

Os cientistas demonstraram que quanto mais anéis benzénicos uma molécula contém, maior é o seu potencial antioxidante; comparativamente ao resveratrol, que contém dois e às catequinas do chá verde, que contêm quatro, os compostos activos da Ecklonia cava possuem oito anéis benzénicos! O que valeu a esta alga o apelido de “máquina de matar radicais livres”.

 

Propriedades

·       Melhora a viscosidade sanguinea;

·       Mantém a flexibilidade da parede arterial;

·       Melhora a memória;

·       Aumenta as ondas cerebrais o que origina, um sentimento de calma e de serenidade;

·       Alivia dores das artroses;

·       Baixa os níveis de Glicose no sangue;

·       Aumenta a imunidade;

·       Aumenta energia física e sexual, dilatação dos vasos sanguíneos.

Além disso, esta alga teria – segundo alguns estudos – uma ação bactericida eficaz nas salmonelas e nos estafilococos.

Para mais informações consulte um de nossos farmacêuticos, ou outro profissional da Saúde.

Deixe uma resposta