HUMULUS LUPULUS – Contra os riscos presentes na Síndrome Metabólica.

Originária do Norte da Eurásia, Humulus Lupulus foi espalhada pelo mundo por entusiastas de cerveja. Tem sido crescente na Europa Central desde o início do século VIII, atualmente é encontrada em todas as zonas temperadas do mundo. É um extrato rico em polifenóis e flavonóides, e entre as diversas substâncias encontradas em Humulus Lupulus, se destaca a Xanthohumol que age como um neuroprotetor cerebral, na redução de enfartes, na eliminação dos radicais livres e principalmente na Síndrome Metabólica.

O termo Síndrome Metabólica descreve um conjunto de fatores de risco relacionadas a doenças crônicas que diretamente contribuem para o desenvolvimento de doença cardiovascular e/ou diabetes do tipo 2. A obesidade abdominal e a resistência à insulina têm um papel fundamental nesta síndrome, pois o excesso de tecido adiposo contribui para reações em nosso corpo que aumentam esse risco. É o caso da insulina, quando age menos nos tecidos, obriga o pâncreas a produzir mais insulina e eleva o nível no sangue, contribuindo para o excesso de peso, principalmente na região abdominal.

 

Humulus Lupulus auxilia no tratamento da obesidade, na intenção de reduzir os níveis elevados de colesterol total, aumentar os níveis de HDL (bom colesterol), controlar os níveis de glicose, e contribuir para a saúde cardiovascular que esta relacionada com a hipertensão, arteriosclerose entre outros.

 

Para evitar a síndrome metabólica e seus riscos é preciso mudar o estilo de vida, melhorando a qualidade da alimentação, incluindo exercícios físicos, como por exemplo, praticar pelo menos 30 minutos de atividade aeróbica ajuda a melhorar e equilibrar os níveis da glicose, além de melhorar o perfil lipídico, principalmente na redução do tecido adiposo visceral, que envolvem os níveis de colesterol e triglicérides. Bons hábitos contribuem para a perda de peso, e conseqüentemente na redução de riscos presentes na síndrome metabólica.

 

Humulus Lupulus traz outros benefícios, como ação antiinflamatória, anti-hemorrágica, anti-alérgica através da regulação de diversos mecanismos no organismo e um grande potencial na inibição da agregação plaquetária estimulada por colágeno, representando um elevado potencial terapêutico para o tratamento ou prevenção de doenças cardiovasculares. Contribui também para a melhora do sono, além da atividade antidepressiva e ansiolítica.

 

Benefícios:

 

-Atividade protetora cardiovascular;

-Diminui níveis de colesterol, triglicérides, glicose;

– Age significativamente na diminuição do peso corporal;

-Coadjuvante no tratamento da depressão, ansiedade e distúrbios do sono;

 

Para mais informações, consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Deixe uma resposta