Ashwagandha – Proteção do Sistema Imunológico e Combate ao Estresse.

Ashwagandha

O que é Ashwagandha?

A ashwagandha é uma das ervas mais poderosas da medicina tradicional indiana (Ayurvedica). Ela é utilizada há milênios como uma erva de cura para uma grande variedade de condições. Em especial, destaca-se sua capacidade de recuperação de danos.

No sânscrito indiano, ashwagandha significa “o respiro do cavalo”, indicando seu potencial de vigor e força. Tradicionalmente, a erva é prescrita para fortalecimento do sistema imunológico após períodos de doenças.

Aashwagandha pertence à família do tomate, e é um arbusto baixo com folhas ovais e flores amarelas. Ela produz frutas vermelhas do tamanho de passas. A erva é originária das regiões secas da Índia, do norte africano e do Oriente Médio. Atualmente, é cultivado revendido ao redor do mundo.

Na medicina tradicional indiana, há ervas específicas com benefícios adaptógenos, e a ashwagandha é uma delas. Substâncias adaptógenas são aquelas que modulam a resposta do corpo ao estresse e à mudança ambiental.

Estas substâncias auxiliam o corpo a conviver melhor com mudanças, pressões externas e toxinas. Além disso, trabalham a ansiedade e a insônia no sentido de amenizar seus sintomas.

Segundo a medicina tradicional indiana (AYURVEDICA) , não faltam motivos para recorrer à ashwagandha. Atribui-se à erva a capacidade de resolver o estresse, a fadiga, a falta de energia e a dificuldade de concentração. Seu uso auxilia a aliviar todos estes sintomas e é um estimulante natural.

A ashwagandha possui efeitos na saúde que já foram comprovados pela medicina atual. Rica em diversos compostos químicos e nutrientes, a raiz da planta costuma ser a parte mais utilizada para o desenvolvimento medicinal.

Atualmente, mais de 200 estudos a respeito da planta são largamente reconhecidos na comunidade médica internacional.

 

Efeitos comprovados da erva:

·        Proteção do sistema imunológico;

·        Auxilia no combate aos efeitos do estresse;

·        Melhora o aprendizado, a memória e o tempo de reação;

·        Reduz a ansiedade e a depressão, sem causar a tontura típica de tratamentos;

·        Auxilia no combate à degeneração cerebral (como no caso do Alzheimer);

·        Estabiliza o açúcar no sangue;

·        Possui efeito anti-inflamatório;

·        Melhora o desempenho sexual para homens e mulheres;

A maioria das pessoas consome a erva na forma de cápsulas – até mesmo na Índia. Em geral, utiliza-se doses diárias entre 600 mg e 1.000 mg – em alguns casos, são tomadas duas doses.

 

Para mais informações, consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde

Deixe uma resposta