ARGIRELINE – Botox em creme contra rugas e linhas de expressão

Cuidar da saúde e da aparência da pele necessita de bons hábitos alimentares e de um estilo de vida saudável. Além da Idade, a exposição solar, estresse e a má alimentação são alguns exemplos que contribuem para o aparecimento de rugas ou linhas de expressão. As rugas são marcas causadas por movimento repetitivo dos músculos do rosto, ou por sinal de envelhecimento cutâneo. Com o passar dos anos, a pele perde características importantes que dão elasticidade e plasticidade. A elasticidade é a capacidade da pele se expandir e contrair em resposta à movimentação da musculatura voluntária e a plasticidade é a capacidade da pele se moldar novamente ao seu estado normal. Isso acontece devido à perda bem significativa de colágeno, e também pela diminuição de ácido hialurônico substância que preenche os espaços entre células da nossa pele e que dá a função de proteção da integridade dessas fibras colágenas. As linhas de expressão são as primeiras a aparecer devido aos movimentos faciais repetidos que se formam por hábitos adquiridos, como por exemplo, pessoas que estão sempre tensas e por isso contraem muito a musculatura da testa, ou até mesmo pessoas com problemas oftálmicos, que na tentativa de enxergar melhor contraem os olhos com frequência, formando vincos, ou seja, rugas ao redor dos olhos. Depois dos 30 anos, a pele começa a mostrar os primeiros sinais de envelhecimento e apenas hidratação da pele e o uso do filtro solar já não é o suficiente para garantir a firmeza e a vitalidade do rosto. Entre os primeiros sinais do envelhecimento da pele, estão rugas finas, manchinhas de sol, ressecamento causado pela diminuição da produção de sebo das glândulas sebáceas e alterações na produção de colágeno e elastina, que causam redução da elasticidade e firmeza.  Com a diminuição de renovação celular, as rugas começam a aparecer em outras partes do rosto, como na testa, onde a pele fica mais fina e flácida. A exposição ao sol é outro fator que contribui para a piora da textura da pele, por causa das radiações ultravioletas UVA e UVB.

As rugas são classificadas como endógenas, que são aquelas ocorridas pelo processo de envelhecimento natural do organismo e exógena que é aquela que ocorre de fora pra dentro do organismo, através do consumo de bebidas alcoólicas, hábito de fumar, noites mal dormidas além do estresse e má alimentação.

As áreas mais comuns de aparecimento das rugas são: cantos dos olhos, entre as sobrancelhas, ao redor da boca e nariz, e na extensão da testa. Estas áreas são mais afetadas, pois a pele fica mais fina ou com maior movimento de expressão.

Existem quatro tipos básicos de rugas:

– Rugas finas: é um tipo mais superficial, mas confere um aspecto quebradiço e ressecado, que agrava rapidamente, principalmente pela exposição diária ao sol.

– Rugas profundas: Este tipo é bem mais complexo e é o resultado tanto dos agentes ambientais quanto do envelhecimento natural relacionado à idade. A partir dos 45 anos, a condição da pele e o aparecimento das rugas profundas são agravados consideravelmente.

– Marcas de expressão: Localizadas na testa, entre sobrancelhas e ao redor dos olhos, as marcas de expressão são comuns a quem faz muito movimentos faciais para se comunicar, independentemente da idade.

– Rugas gravitacionais: São causadas principalmente pela redução das fibras colágenas e elásticas. Estas rugas aparecem juntamente com a flacidez dos músculos, deixando sobras de pele, geralmente, no ângulo da mandíbula.

As rugas podem ser evitadas usando dermocosméticos que combatam o envelhecimento. Investir no uso do filtro solar pelo menos a cada 2 horas, produtos à base de vitamina C, e até a ingestão de colágeno e gelatina contribui para o retardamento das linhas de expressão. Alguns procedimentos estéticos são utilizados para evitar o enrugamento da pele, peelings, lasers, ultrassom e etc.. Existem tratamentos que tem a função de preenchimento local que também são cobiçados, como aplicação de ácido hialurônico e toxina botulínica.

Argireline é um hexapeptídeo de aplicação tópica que possui o mesmo mecanismo de ação da toxina botulínica, porém sem ação neurotóxica que é o que limita drasticamente sua utilização. Seu uso não depende da intervenção de aparelhos ou procedimentos realizados em consultórios.

O ativo oferece segurança e conforto na aplicação, mantendo a naturalidade da expressão da face, além de restaurar o tônus cutâneo. É composto por aminoácidos como, o ácido glutâmico, metionina e arginina. Possui ação dermorelax, pois modula a tensão facial, reduz as rugas de expressão e estimula a síntese de fibroblastos, retardando o envelhecimento cutâneo. Esse relaxamento promovido por Argireline se dá pela inibição da ação das enzimas que provocam as contrações na pele, dando a propriedade de botox em creme.

Argireline é indicado para tratamento e prevenção do envelhecimento, podendo ser aplicado nas formulações faciais diurnas e noturnas, inclusive em regiões onde não é permitida a utilização de toxina botulínica, como o pescoço. Pode ser associado com outros ativos cosméticos.

Principais benefícios:

– Poderoso hidratante cutâneo;

– Ação botox-like;

– Restaurador da barreira de proteção da pele;

– Atenuar rugas de expressão;

– Nutre a pele danificada;

– Rejuvenescimento cutâneo;

– Revitalizante da pele;

– Ação anti idade.

Estudos demonstram que a ação do Argireline pode ser observada após 30 dias de uso com diminuição de aproximadamente 27% da profundidade das rugas. Ação segura e isenta de efeitos colaterais.

Pode ser usado após a limpeza diária, de preferência com produtos específicos para o seu tipo de pele. Sua aplicação pode ser feita em formulações faciais pela manhã e a noite, no rosto e pescoço. Lembrando que o uso do filtro solar, não pode ser dispensado.

Além de limpar, tonificar e hidratar a pele duas vezes ao dia, para atenuar o processo de formação das linhas de expressão, também é preciso hábitos saudáveis, como beber pelo menos oito copos de água por dia e ter uma alimentação equilibrada, rica em vegetais, frutas e nutrientes essenciais.

Para mais informações, consulte um de nossos farmacêuticos ou outro profissional da saúde.

Deixe uma resposta